Zox na Mídia

Criptomoeda

Vai investir em bitcoins e criptomoedas? Confira como fazer com segurança

Publicado

em

Veja uma estratégia de investimento em bitcoins e criptomoedas para as pessoas que desejam investir nesse mercado sem correr risco de custos.

Atualmente, um ataque cibernético sofrido pela Colonial Pipeline, empresa que gerencia oleodutos nos Estados Unidos, chamou a atenção do mercado financeiro. O principal motivo: os hackers pediram o pagamento do resgate em bitcoin, e o FBI conseguiu resgatar parte das criptomoedas. Mas, então elas não seriam irrastreáveis? Será que é realmente seguro investir na moeda? As transações realizadas em bitcoin são registradas no conhecido blockchain, um sistema que funciona como um gigante banco de dados.

É uma troca de informações que não pode ser mudado, revisadas ou modificada, o que garante uma forma segura e clara de manter um registro confirmado em tempo real das movimentações. Podem ser sim rastreadas pelas autoridades os pagamentos para detectar atividades criminosas.

Veja também:
Cartão de crédito Credicard Nacional – Tire suas dúvidas
Descubra se investir em Bitcoin precisa de um valor mínimo
Cartão de crédito Flex Internacional – Conheça tudo sobre

O que é criptomoeda?

As criptomoedas são ativos digitais em que seu funcionamento não depende um coordenador central, isto é, não dependem de bancos, governos e empresas. Com essas moedas virtuais podem ser comprados bem e serviços, ou feita transações entre os participantes da rede, sem ser necessário censura ou intervenção. 

Veja a diferença entre o dinheiro do governo e as moedas virtuais.

Uma média de 95% das moedas virtuais armazenam suas transações no blockchain, o banco de dados compartilhado. Esse armazenamento oferece transparência e segurança.  ao sistema, visto que toda movimentação é realizada de forma pública e auditável.

As criptomoedas também contam com outra característica importante que é o uso da criptografia, que bloqueia a movimentação não autorizada nos valores que cada carteira digital contém.

Por fim, é preciso entender que não existe nenhuma fórmula pre-determinada que assegure o valor das moedas digitais. Os responsáveis pela compra e venda dos ativos é quem determinam o preço em cada troca, ou seja, as corretoras das moedas. Como exemplo de criptomoedas conhecidas no mercado, podemos citar o Ethereum, Bitcoin, Litecoin e Ripple.

O que é Bitcoin e criptomoedas?

A primeira e mais conhecida criptomoeda é o Bitcoin, portanto, existem muitas outras em circulação. Essas moedas virtuais têm como principal função realizar transferências de valor de um jeito rápido, seguro e sem intervenção.

As pessoas que desejarem podem fazer parte dessa rede, podendo validar transações, fazer transferências, e até guardar Bitcoin, ou seja, custear de forma independente.

O Bitcoin é um bem digital, é uma criptomoeda que só existe dentro de um banco de dados compartilhado. Por conta da criptografia é que o termo cripto é usado, os algoritmos que são responsáveis pela segurança de todas as transações.

Veja as vantagens das criptomoedas ante o dinheiro tradicional:

As criptomoedas tem ofertas ilimitadas e determinadas previamente;

As criptomoedas são transferíveis facilmente e auditável por todos os participantes;

As criptomoedas não podem ser falsificadas, ou ter suas transações censuradas.

O que é criptomoeda e como funciona?

É necessário que os ativos digitais apresentem as seguintes características para serem consideradas criptomoedas:

Criptografada

Usada no hash, os dados sequenciados armazenados no blockchain, o livro registro das transações, e ser responsável pela assinatura digital, além da autorização para fazer a movimentação de determinada carteira de criptomoedas.

Descentralizada

A forma de funcionamento da rede deve ser autônoma, suportada pelas pessoas que usam o software em seus próprios computadores, sem a necessidade de depender de um serviço central.

Irreversível

Depois de um total de números de confirmações dos validadores ou mineradores, deve ser cimentada a transação na rede.

Não-censurável

O registro histórico deve ser validado por qualquer pessoa e por conta própria, também é necessário transmitir uma solicitação de transferência sem a necessidade de censura.

Os endereços das criptomoedas são virtuais, que não podem ser distribuídos de forma direta a uma pessoa ou empresa. Portanto, isso não significa que as moedas e os Bitcoin virtuais sejam anônimas.

O blockchain é uma das tecnologias que atua no mercado das criptomoedas, sendo que ele  é essencial para garantir que uma mesma moeda usada mais de uma vez, conhecido como “problema do gasto duplo”. Todos os participantes têm suas informações armazenadas, em ordem cronológica, o que possibilita o rastreamento de cada moeda virtual desde que foi criada.

Essa tecnologia se destaca pela facilidade na validação do hash, o algoritmo que junta o bloco atual à sequência de dados preexistente. Por outro lado, encontrar a solução para cada bloco novo é bem mais complicado.

O incentivo de fraude é eliminado por essas regras do mecanismo de validação, visto que, as transações não-autorizadas são detectadas facilmente pelos participantes da rede.

Corretoras de criptomoedas no Brasil

A livre negociação das criptomoedas são permitidas entre os seus usuários, um modelo conhecido como peer-to-peer, ou ponto-a-ponto. Para que as transações sejam ainda mais seguras, apareceu a figura das exchanges, parecidas com as corretoras comuns.

De forma parecida às bolsas de valores, as exchanges organizam um mercado para realização de negociação de moedas digitais. Vendedores e compradores precisam inserir no sistema uma ordem estabelecendo a quantidade total e o valor unitário que será negociado.

Os preços e quantidades de transações são determinadas única e exclusivamente pela oferta e demanda dos clientes, sem interferência da corretora nesse processo.

Como comprar criptomoedas

A primeira coisa que você deve fazer para poder começar a comprar criptomoedas, como o Bitcoin, é fazer o seu cadastro na plataforma.

Após o cadastramento, é necessário depositar o dinheiro na conta da corretora para poder realizar uma ordem de compra da moeda virtual que desejar.

O processo é semelhante ao de uma corretora de valores comum. Inclusive, usam os mesmos padrões de segurança e práticas usadas para prevenir atos como a lavagem de dinheiro.

No Brasil o mercado de Bitcoin é líder absoluto, tanto em volume negociado, quanto em número de clientes. Além do mais, temos um histórico de funcionamento ininterrupto desde o ano de 2013, sem nenhum registro de perda de valores de clientes.

Publicidade