Zox na Mídia

Auxílio Brasil

Auxílio Brasil de 600 reais – Confira quem tem direito

Publicado

em

A “PEC Kamikaze”, que prevê o pagamento da parcela do Auxílio Brasil de 600 reais, foi aceita por meio do Congresso Federal em primeiro turno. Aliás, a votação do relatório da proposta foi uma ampla vitória do governo: 393 votos a favor e somente 14 contra.

Veja também:

Nova crise das criptomoedas – Veja o que está acontecendo – Zox News

Confira qual deveria ser o salário mínimo ideal brasileiro  – Zox News

Restituição do Imposto de Renda 2022 – Veja em qual lote irá receber – Zox News

Além disso, a PEC prevê a valorização de uma série de benefícios, incluindo Auxílio Brasil de 600 reais, Vale Gás. Estima se que a PEC Kamikaze libere mais de 41 bilhões de reais para conceder muitos benefícios sociais às vésperas da eleição, com validade até dezembro de 2022.

A PEC abre caminhos para o pagamento dos seguintes benefícios:

  • Auxílio Brasil: aumento de 400,00 reais para 600,00 reais por mês e previsão e registro de 1,6 milhão de novas famílias no programa (custo avaliado: R$ 26 bilhões);
  • Etanol: transferir até R$ 3,8 bilhões através de créditos tributários para a manutenção da competitividade do etanol sobre a gasolina;
  • Alimenta Brasil: repasse de R$ 500 milhões para o programa Alimenta Brasil, que prevê a compra de alimentos feitos por meio de agricultores familiares e distribuição para destinos como famílias com insegurança alimentar;
  • Taxistas: benefícios para taxistas convenientemente cadastrados até 31 de maio de 2022 (custo avaliado: R$ 2 bilhões);
  • Transporte grátis para idosos: indenizar estados para fornecer transporte público de graça para idosos, previsto em lei (custo avaliado: R$ 2,5 bilhões);
  • Auxílio Gás: aumento de 53,00 reais para o valor de um botijão a cada 2 meses — o preço médio atual do botijão de 13 quilos, com base na ANP, é de R$ 112,60 (custo avaliado: R$ 1,05 bilhão);
  • Caminhoneiro autônomo: criar um “voucher” no valor de R$ 1.000 (custo avaliado: R$ 5,4 bilhões).

A sessão na Câmara

A sessão na câmara foi definida por meio de instabilidades na conexão com a internet, o que prejudicou o processo eleitoral da proposta. Por conta disso, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) pediu aos deputados que saíssem da votação remota e fossem ao plenário.

Em seguida, o primeiro turno de votação, Lira decidiu adiar a votação para a manhã da quarta-feira (13/07). Os deputados ainda precisavam analisar o texto, agora no segundo turno. Mas, para ser aceito, o relatório necessita do apoio de pelo menos 308 deputados nos 2 turnos. Lembrando, esta proposta foi aceita por meio do Senado Federal.

O Auxílio Brasil de 600 reais: quem tem direito?

Assim como demais benefícios pagos por meio do governo, o Auxílio Brasil de 600 reais conta com algumas regras de concessão, porque para serem incluídos na folha de pagamento do programa, as famílias devem atender aos seguintes requisitos:

  • Estar em situação de pobreza: com renda per capita entre 100,01 reais e 200 reais, as famílias pobres ainda necessitam de pelo menos uma pessoa menor de 21 anos ou uma gestante para se integrar;
  • A família deve estar registrada no Cadúnico para programas sociais;
  • Estar em situação de extrema pobreza: possuir uma renda mensal de até 100,00 reais por pessoa.

O Auxílio Brasil com valor de 600 reais: quando vai ser pago?

Em seguida da aprovação por meio da Câmara, o texto será submetido ao presidente Jair Bolsonaro para aprovação. No entanto, a parcela de 600 reais não deve ser emitida nesse mês de julho. Portanto, os beneficiários do Auxílio Brasil de 600 reais receberão o valor máximo entre agosto de 2022 e dezembro de 2022, do seguinte modo:

  • 1.º parcela do Auxílio Brasil de 600 reais: agosto;
  • 2.º parcela do Auxílio Brasil de 600 reais: setembro;
  • 3.º parcela do Auxílio Brasil de 600 reais: outubro;
  • 4.º parcela do Auxílio Brasil de 600 reais: novembro;
  • 5.º parcela do Auxílio Brasil de 600 reais: dezembro.

Como se registrar no programa?

O registro no programa não é feito direto por meio do projeto, mas sim, a partir do CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal).

Pode ser efetuado online o Cadastro Único?

Hoje em dia, existem dois meios de se cadastrar no CadÚnico:

  • O primeiro é procurar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) em sua cidade, agendar um horário para o responsável familiar comparecer para prestar informações e apresentar os documentos da família.
  • O segundo meio, foi liberado recentemente, é através do app do CadÚnico. Ele permite que o responsável familiar com mais de 16 anos realize o pré-cadastro da família direto por meio do telefone.

Em seguida, de inserir os dados pedidos, o responsável vai ter 120 dias para se dirigir a um posto de atendimento do Cadastro Único e apresentar os documentos precisos para completar o cadastro familiar. Confira quais são:

  • Carteira de trabalho (se tiver);
  • Comprovante de matrícula escolar das crianças e jovens até 17 anos. Caso não tenha o comprovante, o RF deverá comunicar o nome da escola de cada criança ou jovem;
  • Comprovante de endereço, de preferência a conta de luz;
  • Para os outros membros da família, um desses documentos: título de eleitor, certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, carteira de identidade (RG) ou carteira de trabalho;
  • Para o Responsável pela Unidade Familiar (RF): título de eleitor ou CPF.

Fontes: conteúdo retirado dos seguintes sites “www.blogdovestibular.com” / “noticiasconcursos.com.br”.

Publicidade