Zox na Mídia

Noticias

Salário mínimo em 2023 – Confira se vai aumentar ou não

Publicado

em

O governo prepara um projeto de lei (LDO) contendo o novo valor projetado do salário mínimo para 2023 no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias. O governo está propondo reajuste salarial, para evitar perdas com a inflação, mas não haveria melhora real para os trabalhadores brasileiros. 2022 ainda não acabou, mas o governo já está fazendo planos para 2023 no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias. 

Veja também:

Cashback de R$ 50 oferecido pela Nubank em compras na Shoppe – Veja como conseguir – Zox News

Novo Pagamento PIS PASEP 2022: Confira o calendário de saques – Zox News

Novas Formas de Saque Auxílio Brasil – Confira Tudo! – Zox News

Qual o valor do salário mínimo em 2023

O salário mínimo em 2023 será de aproximadamente R$ 1.310 segundo índices macroeconômicos como PIB, INPC e IPCA. Esses índices medem a inflação, e em 2023 estima-se que a inflação seja de 8,1%. Se o índice permanecer o mesmo até 2023, o salário mínimo será esse valor. O salário mínimo nacional é o menor valor que uma empresa deve pagar aos seus trabalhadores. O salário mínimo atual no Brasil é de R$ 1.212, e deve aumentar mais 98 reais, ficando em R$ 1.310. 

Isso representa um aumento de 6,77% em relação ao salário mínimo do ano passado, que era de R$ 1.212. O aumento é menor do que a inflação que a maioria dos economistas do mercado financeiro acha que acontecerá este ano, segundo o Boletim Focus do Banco Central.

O custo de vida é avaliado regularmente para garantir que os trabalhadores ou pessoas que recebem benefícios ainda possam viver. São avaliados os preços básicos de bens e insumos básicos no mercado consumidor, para que haja uma definição sólida do que um trabalhador deve poder viver. 

O novo valor não terá um ganho real

O governo federal diz isso aumentando o salário mínimo, de acordo com o índice de inflação (INPC). Portanto, os salários reais não devem aumentar. O novo valor está apenas substituindo a inflação.

Os brasileiros não vão deixar de comprar as coisas que já compraram, mas também não vão comprar mais coisas. O aumento do salário mínimo em 2023 deve manter o poder de compra. Portanto, os salários em 2023 não devem ter nenhum aumento real. 

Em 2023, 2024 e 2025, o PIB deverá ser de 2,5%. A taxa Selic está prevista para 10% em 2023, 7,7% em 2024 e 7,1% em 2025. Os parlamentares obrigaram o governo a reservar recursos para o orçamento secreto e permitiram que o Legislativo escolhesse qual previsão de inflação usar quando ajustando o limite de gastos – a regra que limita o quanto o governo pode gastar a cada ano. O Senado votou 46-23, e a Câmara do Parlamento 324-110 a favor do projeto.

O governo federal no Brasil afirmou que se a taxa de inflação em 2022 for diferente da projetada, o salário mínimo terá que ser alterado, conforme a Constituição. A razão é que o aumento não deve ser inferior à taxa de inflação.

De fato, de acordo com o governo, os trabalhadores não verão nenhum aumento real em seus salários por terem seu salário mínimo vinculado ao INPC. Eles acreditam que é apenas um substituto para a inflação e não permitirá que os trabalhadores comprem mais coisas, mas também acreditam que também não permitirá que os trabalhadores comprem mais coisas.

Estados que seguem o “mínimo regional”

Embora 26 estados e o Distrito Federal utilizem o salário mínimo nacional como base para os salários dos funcionários, cinco deles têm valores diferentes. Esses cinco estados são Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. 

Seus salários mínimos são diferentes do salário mínimo nacional. Veja abaixo quais serão os valores em 2022: São muitos cargos e ramos de trabalho nas faixas de renda no Rio de Janeiro. A faixa de renda mais baixa é de R$ 1.238,11 e a mais alta é de R$ 3.158,96. O Paraná possui um dos maiores andares do país, tanto no mínimo regional (R$ 1.616,48) quanto no máximo regional. 

Santa Catarina e Rio Grande do Sul têm pisos, mas são diferentes. No Rio Grande do Sul, o piso é de 1.305,56 reais e sobe para 1.654,50. Em Santa Catarina, as faixas salariais para os diferentes cargos são 1.281 (primeiro), 1.329, 1.404 e 1.467 reais (quarta-feira). 

O governo federal estabeleceu um salário mínimo, e nenhum estado pode pagar menos que isso. Se o governo não fixar as faixas, o salário mínimo do trabalhador paulista será automaticamente reajustado pelo salário mínimo federal, pois não pode ser inferior a isso.

Publicidade