Zox na Mídia

Finanças

Robô Investidor toma conta do mercado: Veja se vale a pena utilizar

Publicado

em

Um Robô Investidor possui a responsabilidade de automatizar diversos processos que acontecem no mercado financeiro. Nos EUA, esse perfil de operador de mercado já é o responsável por movimentar cerca de 80% de todas as transações financeiras que acontecem no país. No Brasil, ainda que em pequena escala, o Robô Investidor é responsável por pela negociação de forma direta de cerca de R$ 1 trilhão por ano.

Veja também:

Programa Nome Limpo para empresas negativadas – R$ 100 milhões em crédito – Zox News

Novas regras de declaração do imposto de renda 2022 foram anunciadas!  – Zox News

Multa de 40% do FGTS: Saiba quem possui direito e como receber – Zox News

Os robôs podem realizar atividades mais técnicas, como fazer pedidos, monitoramento de mercado em tempo real e análise quantitativa. Portanto, como resultado, os gestores de fundos e investimentos estão adotando cada vez mais o Robô Investidor para negociar partes reais de ativos nas bolsas de valores.

No entanto, os robôs não são apenas adequados para operações de negociação. Os serviços automatizados ajudam os investidores a tomar decisões, mantê-los informados sobre notícias do mercado financeiro ou alertá-los sobre movimentos estranhos do mercado. Quando se trata de investir em Robô Investidor, não faltam oportunidades de automação.

O que é Robô Investidor?

No mercado financeiro, o Robô Investidor, ou simplesmente Robê, é o nome de um programa de computador responsável por executar estratégias de investimento automatizadas. No entanto, as estratégias operacionais são amplamente baseadas na análise de gráficos, com especialistas automatizando padrões frequentemente repetidos por meio de algoritmos.

O objetivo do Robô Investidor é executar a estratégia de investimento programada para ele com total fidelidade. Assim, os robôs assumem o papel de tomada de decisão e implementação estratégica, desobrigando os investidores da obrigação de monitorar o mercado e negociar títulos.

Como o Robô Investidor funciona?

O Robô Investidor faz o acompanhameneto dos movimentos dos preços de mercado e compram ou vendem minicontratos de acordo com uma estratégia definida. Sempre com o objetivo de ganhar dinheiro em um curto período de tempo. Além disso, ele é muito rápido, leva apenas alguns minutos, raramente mais de uma hora.

É importante entender que nunca virar o dia posicionado, sua ação sempre acontece em day trade. Em outras palavras, toda ação que abre uma posição no dia fecha a posição no mesmo dia. As ações consistem em compras e vendas. Sendo válido para o inverso também, ele pode iniciar uma “venda” em um mini-contrato e depois fazer uma compra.

Para quem é o Robô Investidor?

O Robô Investidor pode ser usado por todos os tipos de investidores, desde iniciantes até investidores profissionais. Eles automatizam estratégias e facilitam a entrada no mundo do day trade. A operação de Robôs Investidores pode proporcionar retornos muito altos de forma estruturada e automatizada. No entanto, em termos de margem depositada ao longo do dia, o potencial de lucro é enorme.

Os robôs realizam muitas operações porque podem comprar e vender várias vezes ao dia. A melhor parte: o robô faz isso de forma objetiva definida por um algoritmo.

Eles não interpretam ou expressam emoções da maneira que os humanos fazem. Além disso, os humanos nem sempre têm o conhecimento para perceber quando surgem oportunidades de compra ou venda. Fato que pode ser facilmente interpretado por algoritmos como os sinais de entrada/saída.

Observação: é importante focar no perfil de risco necessário para operar no mercado futuro (BM&F).

Qual o perfil de investidor adequado para o uso de Robô Investidor?

De acordo com o CEO da SmarttBot, Paulo Gomides, investir em Robô Investidor não é para todos. Além disso, o perfil de cada um é completamente diferente. “O que a gente observa é que o investidor CNPJ – gestores de fundos e afins – colocam uma parcela muito menor do capital em robôs traders do que o investidor PF”.

Segundo Gomides, o investidor pessoa física ainda não percebeu que os Robôs Investidores podem afetar todos os seus ativos. “Assim como é possível zerar o patrimônio investido, o robô trader também pode dobrá-lo em um dia. Nada disso é promessa de rendimento, mas possibilidades. O problema é quando se investe querendo um resultado com todas as economias: nós desencorajamos fortemente esse movimento”.

Gomides e o CEO da CodeTrading, Alexander Barros, concordam: o perfil de investidor adequado para usar um Robô Investidor é o arrojado, um investidor que não tem medo de correr riscos. Além disso, ambos disseram que é recomendável que você aloque apenas uma pequena parte de seus fundos para investir em Robôs Investidores, pois os resultados não são garantidos.

Qual é o custo de um Robô Investidor?

O valor dos serviços prestados pelo Robô Investidor para pessoas físicas varia de estratégias gratuitas de backtesting a R$ 5.000,00 por mês, mais taxas de administração. No entanto, isso não inclui fundos que utilizam Robôs Investidores, com cotas que variam de R$ 1,00 a R$ 5.000,00, com rendimentos da cota. Eles podem ser obtidos em sites dedicados ou dentro de corretoras de investimentos.

Fontes: Invest News e Blog Banco Inter.

Publicidade