Zox na Mídia

Notícias

FGTS: Governo pode liberar saque de até R$ 1 mil em março; veja mais

Publicado

em

O Governo Federal pode fazer a liberação de novos saques emergenciais por meio do FGTS. Portanto, nesta semana, Paulo Guedes, o ministro da Economia, informou que está avaliando a possibilidade de repassar cerca de 30 bilhões de reais por meio do fundo de indenização. Este montante será destinado aos cidadãos endividados.

Diante da atual crise econômica, o Governo Federal estuda aprovar uma nova saída do FGTS. No entanto, a notícia foi compartilhada por Paulo Guedes, que disse que cada cidadão pode sacar até R$ 1.000,00 de sua conta do Fundo de Garantia.

Segundo ele, os novos pagamentos visam ajudar parte da população inadimplente. Mas, Guedes ainda não explicou a forma de pagamento. No entanto, garantiu que trabalhou com sua equipe para definir as regras da franquia.

“São fundos privados, são pessoas que têm recursos lá e estão passando dificuldades”, relatou. “Às vezes, o cara está devendo dinheiro no banco e está credor no FGTS. Por que não pode sacar essa conta e liquidar a dívida dele do outro lado?”, expôs durante evento que o BTG Pactual promoveu.

Saiba mais informações sobre esta medida

O Governo está se preparando para uma nova etapa de saques dos beneficiários do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Portanto, a ideia é anunciar a medida após o Carnaval. A previsão é que sejam liberados saques de até R$ 1 .000,00 para cada trabalhador. No entanto, a operação beneficiará 40 milhões de trabalhadores e injetará até 30 bilhões de reais na economia até 2022,  de acordo com as estimativas do governo. Além disso, esta informação foi confirmada por fontes do Ministério da Economia.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, chegou a tocar no assunto em evento promovido pelo BTG Pactual nesta terça-feira (22/02). Para autorizar a conta SDR FGTS no meio do ano eleitoral, deve ser emitida uma Medida Provisória (MP).

Em dezembro de 2017, o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB) autorizou uma ação semelhante e está sendo ampliada no atual governo. No entanto, na medida anterior teve a liberação de quase R$ 100 bilhões para serem sacados do fundo de garantia.

Em 2020, que foi o primeiro ano da pandemia de Covid-19, o Governo Federal liberou o saque emergencial do FGTS como uma das medidas decretadas para minimizar o impacto da crise sanitária. Além disso, liberou até R$ 1.045,00 do fundo para os trabalhadores em contratos formais.

Quem tem direito a sacar  FGTS?

Os beneficiários estimados para  o público elegível para a nova rodada de saques, leva em consideração o número de cotistas com saldos no FGTS. No entanto, o pagamento por trabalhador pode variar de R$ 500,00 a R$ 1.000,00. Mas, ainda não foi confirmado oficialmente.

Além disso, os limites dependem dos recursos necessários para garantir o saque regular (no caso de demissões injustificadas ou compra de casa) e orçamentos para habitação e infraestrutura urbana e saneamento.

Quais são as modalidades disponíveis para o saque do FGTS?

Nos dias atuais, o saldo total da conta associada ao FGTS só só está liberado para saque nas seguintes condições:

  • Demissão sem justa causa;
  • A rescisão regular do contrato de trabalho a termo certo;
  • Pensões concedidas pela Previdência Social;
  • Em caso de doença grave;
  • Para compra da casa própria.

Além disso, existe o método de saque-aniversário, em que os trabalhadores recebem uma parte do dinheiro todos os anos durante o seu mês de aniversário.

Veja também:
Auxílio Gás será ampliado para mais 11 milhões de beneficiados
Auxílio Brasil: Caixa paga aos beneficiários com NIS final 9
FGTS 2022: Descubra como receber e como fazer o saque

O saque-aniversário ainda está em vigor

Embora as informações sobre o saque emergencial não estejam definidas, a Caixa Econômica ainda informa valores referentes ao saque-aniversário. No entanto, como já falamos, o benefício é concedido anualmente, com possibilidade de previsão de três rodadas.

Para ter direito, basta se cadastrar no FGTS e solicitar a transferência da sua modalidade por meio do aplicativo do programa. Então, o pedido é validado imediatamente, mas deve ter um período de carência de pelo menos dois anos caso deseje retomar sua função tradicional posteriormente.

Quais sãos as opções para consultar o saldo do FGTS?

Para quem deseja consultar o saldo disponível em sua conta do FGTS, estão disponíveis as seguintes formas:

  • Através do aplicativo FGTS;
  • Via SMS;
  • Por meio do site da Caixa;
  • Através do internet banking da Caixa.

Fontes: fdr, Ache Concursos e R7 Ecnomia.

Publicidade