Zox na Mídia

Sem categoria

FGTS: Caixa libera saques para os moradores em Petrópolis; veja como fazer

Publicado

em

Petrópolis foi uma das regiões atingidas pelas grandes enxurradas causadas pela chuva. Com isso, milhares de pessoas viram suas casas serem levadas pelas águas e outras tantas perderam a vida. Com isso, o Governo Federal decidiu liberar os saques do FGTS para os moradores da região. Cada pessoa poderá fazer a solicitação de até 6 mil reais das suas contas que estejam ativas ou inativas. A seguir, iremos falar mais sobre o benefício do FGTS e como sacar o seu. Sendo assim, continue a leitura do texto e saiba mais sobre todas as nossas dicas.

Sobre o saque FGTS

O saque FGTS é disponibilizado aos beneficiários em situações específicas, como é o caso dos desastres naturais e outras situações. Para os moradores da região de Petrópolis, esse benefício foi disponibilizado devido aos desastres naturais que a região sofreu. De acordo com a caixa econômica federal, os beneficiários podem fazer a solicitação do saque do FGTS a partir do aplicativo da caixa.

O valor total disponibilizado, segundo a caixa, irá variar de acordo com o saldo que o beneficiário tem em sua conta, seja ela ativa ou inativa. De acordo com estimativas, o valor total a ser sacado poderá chegar até R$6000. Após solicitar o saque, o pagamento é depositado na conta do beneficiário em até 48 horas úteis. Para fazer o saque, passe a se dirigir até uma das agências físicas da caixa portando um dos seus documentos pessoais e fazer o saque do benefício.

Plano de assistência aos moradores de Petrópolis

Devido ao fato da cidade está passando por uma grave crise ambiental, a caixa econômica decidiu enviar um caminhão que funciona de forma semelhante a uma agência, de modo a trazer auxílio para essas pessoas que pretendem fazer o saque do FGTS. O atendimento irá acontecer entre às 8h da manhã até  as 6h da tarde. No caminhão, os interessados podem fazer o desbloqueio dos seus cartões e das senhas, além de atender outros beneficiários do auxílio Brasil, cotistas do FGTS, abono do PIS/PASEP e mutuários.

Veja também:
INSS libera informe para declarar Imposto de Renda 2022
PIS e PASEP de 2022. Confira agora o  calendário, quem pode receber e como consultar 
Auxílio Brasil e Vale gás: Novos pagamentos realizados, veja quem vai receber.

Quais documentos levar para sacar?

Para fazer o saque do benefício FGTS, o trabalhador deverá levar para caixa um comprovante de residência que esteja em seu nome, como uma conta de água ou de luz, assim como carnês de pagamento ou extratos bancário, que tenham sido emitidos pelo menos 120 dias antes da decretação de estado de emergência devido ao desastre natural que ocorreu na região;

Documento de identificação do beneficiário ou do diretor que não esteja empregado;

Cadastro de pessoa física;

A carteira de trabalho previdência social, seja ela física ou digital, bem como o outro documento que possa comprovar o vínculo empregatício;

Cabe destacar que se não for possível apresentar um comprovante de residência, o beneficiário poderá trazer uma declaração que o governo municipal emite, responsável por atestar que ele reside na área afetada pelos desastres.

Como sacar o benefício

Para realizar o saque do FGTS através de um aplicativo, basta acessá-lo e seguir os passos a seguir:

Abre o aplicativo e selecione a opção meus saques;

Em seguida, clique na opção outras situações de saques;

O próximo passo é selecionar a opção motivo do saque e em seguida calamidade pública;

Indique o município onde você reside em seguida clique na opção continuar;

Próximo passo é escolher qual opção utilizar para receber o benefício: sacar presencialmente ou através do crédito em conta;

Com isso, será necessário fazer o upload de alguns de seus documentos que a caixa irá solicitar;

Ao realizar o upload de todos os documentos, basta aguardar que o dinheiro será depositado em sua conta no prazo de até 48 horas.

Pausa nos pagamentos referentes ao financiamento habitação

A caixa econômica também anunciou que os moradores da região de Petrópolis podem fazer a solicitação de uma pausa nos contratos referente ao financiamento habitacional. De acordo com a empresa, essa suspensão dos pagamentos pode durar até 90 dias. Além do mais, aqueles que estejam inadimplentes podem solicitar a incorporação das parcelas que estão atrasadas no saldo devedor. Sendo assim, o Governo e a Caixa estão disponibilizando boas opções que podem ajudar as pessoas que estejam enfrentando a grave crise na região de Petrópolis.

Fonte: Fdr.com.br

Publicidade