Zox na Mídia

Criptomoeda

Como eu vendo minhas criptomoedas?

Publicado

em

O Bitcoin vem se tornando cada vez mais famoso principalmente por ser uma possibilidade de se ter uma rentabilidade sem as taxas ou declaração de impostos, por exemplo, como ocorre em investimentos comuns. O bitcoin surgiu desde 2009 e desde então vem surgindo diversas modalidades nas mais variadas taxas de câmbio para atrair usuários e existem diversas carteiras para que o usuário possa adquirir e vender criptomoedas.

Porém, é preciso também se atentar aos prejuízos que vender criptomoedas podem causar, principalmente pela falta de segurança ofertada pelas carteiras digitais, pelo fato da moeda sofrer flutuações e ser extremamente volátil. Neste artigo trouxemos tudo o que você precisa saber sobre vender criptomoedas, como emiti-las, algumas carteiras digitais e sites confiáveis e muito mais. Confira logo mais como vender criptomoedas! 

Veja também:
Cartão de crédito Santander Viagem – Conheça as vantagens
Cartão de crédito Santander Vale Refeição – Veja como funciona
Conheça tudo sobre o cartão de crédito BV Visa Gold

O que é Bitcoin?

Bitcoin é um nome dado a uma espécie de moeda virtual única em que não há um banco ou instituições financeiras que acabam sendo responsáveis por ela. Com essa forma de pagar, é possível adquirir diversos bens ou acabar recebendo com o câmbio de sua venda, obtendo benefícios com a rapidez dessa troca, o fato dela ocorrer de forma anônima e as taxas, dependendo da conversão, serem muito baixas.

O Bitcoin é a primeira forma de pagamento não centralizada, ou seja, quem possui os bitcoins acabam gerenciando o sistema de troca e venda, sem necessitar do intermédio de bancos, instituições financeiras ou autoridades. Isso pode ser bom para o usuário, mas acaba gerando um descontrole já que não há regras como nos bancos tradicionais, que acabam estipulando taxas máximas de juros, por exemplo.

Quando surgiu e se popularizou?

A Bitcoin nasceu no ano de 2009, baseada na ideia de um manifesto denominado Cyberpunk. Quem a criou possui um pseudônimo, nunca revelando sua identidade, porém atende por Satoshi Nakamoto. Apesar de possuir seu criador, o projeto acabou recebendo diversas contribuições de usuários que atuam na área de programação para que ela pudesse ser finalizada. 

Quem emite bitcoins?

A emissão de bitcoin é um procedimento bastante parecido com o processo de compra e venda de ouro, pois ambos são raros, caros e também obtido através da mineração. Para realizar o processo de mineração de bitcoins é preciso que o usuário tenha um pc com boas configurações, que seja mais poderoso para poder operar o software adequadamente e é importante estar ligado a uma rede de computadores. Os bitcoins adquirem valor através da dificuldade apresentada na forma de sua obtenção ou mineração, ou seja, o bitcoin deve ser difícil de ser obtido para se tornar mais caro. 

Sites confiáveis

Todos os serviços disponíveis na web devem ser realizados com cautela, principalmente os que envolvem transações financeiras e compra e venda. O Bitcoin acaba funcionando como uma espécie de investimento, pois ela sofre flutuações de preço periodicamente devido a sua dificuldade de obtenção. Por isso é necessário ter um responsável para guardar tais investimentos. O bitcoin pode ser retirado através de carteiras virtuais, que podem ser sites ou aplicativos em que o valor fica depositado e pode ser retirado através de transferências bancárias por exemplo, aplicando as devidas taxas de câmbio.

São exemplos a Coinbase, Exodus, Electro, Ripio, BitGo, Bitcoin Core, Armory, mSIGNA, BitcoinWallet, GreenAddress etc. Atualmente muitas delas funcionam em conjunto com outros softwares para identificação facial para garantir mais segurança aos usuários, já que no passado, diversas dessas carteiras virtuais apresentaram falhas de segurança e se comparado a segurança que os bancos oferecem fora do mundo virtual, ela ainda continua sendo bem precária. 

Como comprar créditos para trocar por Bitcoins

Para adquirir bitcoins é necessário possuir dinheiro real para realizar a compra. Primeiramente é necessário realizar o cadastro em um site, o Mercado Bitcoin. Você deverá acessar a página oficial, clicar na parte superior direita e clicar no botão “Cadastre-se”. Você será redirecionado para uma página de cadastro em que deverá digitar alguns dados pessoais como e-mail, cpf, data de nascimento, etc.

Para realizar a compra, logo após realizar o cadastro, você deve procurar a página de depósitos e seguir o passo a passo disponibilizado, pois para comprar suas bitcoins será necessário utilizar o saldo depositado. Assim que depositar, o valor ficará disponível em conta (será necessário providenciar os dados do banco em que o depósito será feito, o tipo de depósito e o valor em moeda local) e assim você poderá realizar a conversão do valor depositado na sua moeda para o valor em bitcoin.

Flutuação e Valorização da moeda

Como dissemos anteriormente, a emissão de bitcoin é um procedimento bastante parecido com o processo de compra e venda de ouro, pois ambos são raros, caros e também obtido através da mineração. Os bitcoins adquirem valor através da dificuldade apresentada na forma de sua obtenção ou mineração, ou seja, o bitcoin deve ser difícil de ser obtido para se tornar mais caro.

Assim como quaisquer outras moedas, ela sofre flutuações de preço, podendo se valorizar e desvalorizar. O bitcoin acaba tendo bastante instabilidade, imprevisibilidade e por mais que não possua regulamentação do mercado, ela ainda obedece algumas de suas leis como: quanto maior for a procura por um determinado bitcoin, maior será sua cotação. É preciso fazer uma análise e acompanhar essas flutuações de valores para acabar não levando prejuízo. Em jan/2013 por exemplo, 1 BTC valia cerca de 13 dólares enquanto em novembro do mesmo ano ela chegou a atingir valores estrondosos de 1000 dólares.

Comprar e vender criptomoedas

Comprar e vender criptomoedas é um processo bem simples. Se você não tiver sua conta no Mercado Bitcoin, deverá criá-la como já ensinamos no tópico sobre como comprar créditos. Após ter sua conta, deverá fazer o login, caso ainda não tenha depositado um valor é necessário fazê-lo para ter saldo disponível.

Com o saldo disponível, basta informar o valor em moeda local que você deseja comprar e clicar no botão “comprar”. Já se você quiser vender criptomoedas, basta entrar na tela padrão inicial do Mercado Bitcoin e selecionar “vender”, da mesma forma que na compra, basta digitar a quantidade que quer vender criptomoedas e completar a venda. 

Quais são os riscos de entrar nessa?

Como dissemos ao longo deste artigo, vender criptomoedas pode gerar alguns riscos como qualquer tipo de investimento. O primeiro deles é não possuir uma instituição financeira que a regule, fazendo com que ela obedeça algumas leis de mercado para variação de preço, mas não tenha segurança nas transações. Vender criptomoedas pode ser algo extremamente lucrativo mas pode acarretar prejuízos devido a moeda ser volátil. As carteiras digitais ainda precisam ser melhoradas para proteger os usuários de invasores ou malwares. 

Publicidade